Casa Cultural Tony Petzhold

Há quase 60 anos, Antônia Seitz Petzhold estacionou sua Escola de Bailados Clássicos na Avenida Cristóvão Colombo, 400, e deu início a um grande movimento. Estudou dança e piano desde pequenina, se formou em orquestração e regência, mas preferiu se dedicar de corpo e alma ao movimento da dança. Teceu, neste endereço, uma teia de relações e conhecimentos que continua a se expandir, mesmo depois de sua morte, em 6 abril de 2000.

A Casa Cultural Tony Petzhold, como é chamada agora, foi reformada e resgatada. Ana Cláudia Pedone e Thais Petzhold, bailarinas/professoras/pesquisadoras/artistas, iniciaram a prática deste movimento em fevereiro de 2012. A solenidade de inauguração aconteceu dia 22 de junho de 2013, mas desde janeiro deste ano atividades voltadas para a formação, pesquisa e produção artístico/cultural já têm sido desenvolvidas.

A casa continua abrigando a arte e seus movimentos e momentos. Gerações dialogando, trocando, dançando. Outros olhares, mesmas buscas. Atualmente, oferece aulas de Educação Somática, Axys Syllabus, Contato Improvisação, Circo, Integral Bambu e etc, orientadas por competentes profissionais da capital. A diversidade artística, convivência, cooperação, criatividade, ação e transformação compõem o movimento da Casa Tony Petzhold.

Em seu amplo espaço acolhedor, além das salas de aula, conta ainda com vestiário, biblioteca, jardim interno, espaço para pequenos eventos (sarau, exposições etc.) e palco para apresentações com camarins.

 

Compartilhe
GALERIA DE FOTOS