'O CORPO LÚDICO', oficina continuada com Ju Barros, no Vem Voar Studio

Artes Cênicas

14 de março de 2019 a 27 de junho de 2019

Ciente da potencialidade das atividades criativas como propulsoras de desenvolvimento do autoconhecimento, autoestima, autoconfiança e relacionamento interpessoal dos participantes, esta oficina se apresenta como um espaço que permite, por meio da expressividade, descobrir e acompanhar o desenvolvimento do corpo no espaço, perceber onde ele está inserido, e dar início ao um jogo com esses movimentos. Diante de um cotidiano que aprisiona o corpo em tarefas e gestualidades repetitivas, automáticas e inconscientes, O Corpo Lúdico propõe a exploração e descoberta de um corpo que se modifica, ensina, equilibra e desequilibra, proporcionando ao oficinando o aprofundamento da relação com seu próprio corpo e a troca de experiências entre os membros do grupo.

A oficina propõe uma reeducação corporal, através da improvisação. Serão utilizados diferentes estilos de música para que o aluno tenha um contato com o histórico de sua cultura e possa também contribuir com suas próprias referências musicais. Portanto, acima de tudo, a atividade convida o aluno a pensar que nenhuma ação é simplesmente neutra, estimulando-o a expandir a consciência de seus propósitos. O trabalho é baseado na plasticidade do corpo humano e visa seleção e concentração de experiências sociais e pessoais. Assim, abre-se para a pesquisa exploratória que se desenvolve com base nos jogos de teatro, improvisações e a partir de estímulos musicais. Os jogos teatrais serão fundamentados principalmente em Viola Spolin e Augusto Boal, enquanto o processo no geral terá como base teórica os estudos de Eugênio Barba e Jerzy Grotowski, bem como as considerações do mestre Yoshi Oida.

Propõe-se o seguinte cronograma, a ser desenvolvido nos três meses de oficina: reconhecimento, experimentação, observação e construção, etapas nas quais o aluno realizará os jogos de desinibição e confiança, com improvisações coletivas, iniciará a criação de partituras corporais, aguçará o olhar observando outras artes e o trabalho dos colegas e, por fim, mergulhar no processo criativo construindo cenas e uma performance final.

Juliano Barros tem formação no Teatro Escola de Porto Alegre (TEPA) em 2001, cumprindo o nível avançado em 2002 (Estilos de Interpretação: Máscara Neutra, Tragédia Grega, Bufão, Máscaras Larvárias, Tchekov, Shakespeare, Melodrama e Clown) ministrado por Daniela Carmona. Em sua formação complementar, destacam-se oficinas com Denise Namura - A Narração Coreográfica e o Corpo do Ator, Jezebel de Carli - A Análise do Movimento, Jeremy James - A Arquitetura da Improvisação, Luiz Arthur Nunes, Adriano Basegio, Jessé Oliveira, Zé Adão Barbosa, entre outros.

No Bloco da Laje atua como diretor artístico e performer e ministra oficinas de expressão corporal para o público brincante.  A Laje tem como principais objetivos buscar, através das performances, resgatar as festividades de rua, promover o encontro entre artistas, a ocupação e consequente revitalização de espaços públicos. Desde 2012 esse trabalho vem sendo realizado com cada vez mais abrangência de público, contando com milhares de seguidores. Nos últimos anos o Bloco vem expandindo horizontes, participando de importantes festivais do Brasil, como Morrostock e Psicodália, onde obtiveram destaque. Atualmente o coletivo vem fazendo parceria com artistas que estão em destaque na cena musical nacional.

Sobre o vem Voar Studio

Um novo espaço cultural, alinhado com o yoga, a dança, o teatro, a música, as artes visuais, o bem-estar, a saúde e promovendo empoderamento, surge na cidade. O Vem Voar Studio, de Clarissa Brittes, performer, professora e formadora de instrutores de Aerial Yoga, chega pra movimentar o centro histórico da cidade e oferecer diversas opções em oficinas, encontros e atividades artísticas ao longo do ano. Voltado a técnicas corporais e artísticas diversas, práticas holísticas e pró-ambientalistas, formação e treinamento de professores, o Vem Voar Studio se alimenta de princípios não dogmáticos, que primam pela liberdade de escolha, compartilhamento e entrelaçamento de conhecimentos e associações, livre-apropriação e geração de autonomia. Em 100m2, a sala situada da Rua Washington Luiz 422, é equipada com dez tecidos de aerial yoga, yoga mats, bloquinhos, rolinhos, bolsters e cintos. O espaço possui vestiário e camarim, em uma sala que também pode ser utilizada para atendimentos personalizados, tal como acontece com as massagens e consultas terapêuticas. Lá também será palco de diversas manifestações culturais, como performances, apresentações de dança, teatro e música, além de pequenas mostras de artes visuais e happenings.

SERVIÇO

O CORPO LÚDICO - oficina continuada com Ju Barros

De 14 de março a 27 de junho – quintas-feiras, das 16h às 18h

Rua Washington Luiz, 422. Centro Histórico

Valores e disponibilidade são responsabilidades dos produtores

Informações e inscrições:

Telefone: 51 981467899

E-mail: vemvoar.contato@gmail.com

Site: http://clarissabrittes.com

Compartilhe