30 de setembro de 2020

Jeferson Tenório é o patrono da Feira do Livro de Porto Alegre 2020

Professor e escritor, Tenório é o primeiro negro escolhido para o patronato

Literatura

Foto: Carlos Macedo/Divulgação

Na tarde desta terça-feira (29), a Câmara Rio-Grandense do Livro anunciou, através de uma coletiva de imprensa online, o patrono da 66ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre: Jeferson Tenório. Segundo a entidade, Jeferson é o primeiro patrono negro, e o mais jovem a ser escolhido, aos 43 anos. "Não fui escolhido pela cor da minha pele, por ser negro. Mas acho importante a mudança da ideia de que o patrono seria aquele senhor branco com uma certa idade", destacou Tenório na coletiva. Ele sucede a escritora Marô Barbieri. 

Autor dos livros "O Beijo na Parede", "Estela sem Deus" e do recém lançado "O Avesso da Pele", Tenório nasceu no Rio de Janeiro e foi radicado em Porto Alegre. É graduado em Letras e mestre em Literaturas Luso-africanas pela UFRGS. Além disso, o escritor atua como professor na rede pública e privada de ensino de Porto Alegre e é doutorando em Teoria da Literatura na PUCRS. "A Feira não pode ser pensada apenas como um evento comercial, mas também de formador de leitores. Meu papel como patrono também se liga ao incentivo à área do ensino", ressaltou Tenório. 

Devido à pandemia da Covid-19, pela primeira vez, a Feira do Livro de Porto Alegre não terá atividades presenciais. A 66ª edição será totalmente virtual, sendo realizada de 30 de outubro a 15 de novembro, com atividades gratuitas.  O evento contará com uma plataforma de venda de exemplares e uma programação de lives diárias, sempre às 18h e às 19h30. Serão conversas em torno da leitura com um ou dois escritores e um mediador convidado, escolhido de acordo com o tema.

Compartilhe