14 de setembro de 2020

Agulha.R: conheça o novo projeto digital do Agulha

Iniciativa reúne conteúdos audiovisuais inéditos e entrevistas interativas com artistas da cena local e contemporânea

Música

Por Mariana Moraes

Em setembro, o Agulha, conhecido bar e casa de shows do bairro São Geraldo, deu início a um novo projeto: o Agulha.R. Patrocinada pelo Natura Musical e pela Secretaria de Cultura do Estado, a iniciativa apresenta uma série de conteúdos audiovisuais inéditos com bandas e artistas da cena local e contemporânea. O projeto reúne virtualmente entrevistas interativas e sessions exclusivas de 15 artistas — Zudizilla, Ana Frango Elétrico, Saskia, Negro Leo, Zilla DXG, Andressa Ferreira, Katu Mirim, Juliano Guerra, Ligia Lazevi, Cristal, Valéria, Julio Herrlein, Jadsa, Josyara e uma última atração surpresa. Segundo Guilherme Thiesen, curador e programador do Agulha, inicialmente, a programação procurou acolher os artistas que estariam fazendo shows no Agulha em 2020. No entanto, com a pandemia, o projeto foi repaginado para esfera virtual e surgiu uma nova curadoria, que contemplou artistas locais e nacionais que se relacionam com os pilares de diversidade e representatividade presentes no Agulha.

Com duração de sete meses, o projeto proporciona um espaço para que os artistas possam compartilhar o seu processo criativo e vivências artísticas. “Os artistas vão estar nas suas próprias casas e vão receber um kit com um tripé, uma câmera e um gravador. Além da session que vão gravar da maneira como quiserem, eles vão estar gerando também um vídeo diário, com fragmentos desse momento que estão passando. Por exemplo: alguma pintura que tão fazendo, declamar um poema, mostrar como está o seu quarto ou seu estúdio e os caminhos que fazem durante esse momento de isolamento”, explica Thiesen. Esses conteúdos serão disponibilizados no canal do Agulha no Youtube. 

Além das sessions e dos vídeos caseiros, o projeto também conta com entrevistas interativas com os artistas, que serão conduzidas pela jornalista Marília Feix pelo Zoom. Durante essas entrevistas, o público poderá participar ativamente, enviando perguntas e interagindo com os artistas. Os áudios das entrevistas serão transformados em um podcast que poderá ser acessado no Spotify.

Mais do que um projeto musical, o Agulha.R promove outras formas do público se relacionar com os artistas, possibilitando novas experiências ao se distanciar dos palcos. “Eu acredito que o Agulha.R pode trazer esse recorte mais íntimo, quase como um território afetivo, uma nova maneira de fazer produção e de ter uma interlocução entre as áreas da produção e do show business”, ressalta Thiesen. Para o curador, o projeto vai possibilitar um registro dos tempos atuais e das mudanças que ocorrerão nos sete meses de duração da iniciativa, costurando processos sociais, artísticos e de pesquisa. 

Em função da pandemia, o Agulha permanece fechado e não recebe shows desde março. Nesse período, a casa teve que se reinventar para garantir seu sustento e manter o diálogo com o público. De acordo com Guilherme Thiesen, foi criada uma loja com produtos exclusivos e bebidas feitas pelo bar e foram produzidos diversos conteúdos nas redes sociais para interagir com o público. “Está sendo muito duro manter uma casa com aluguel, funcionários e tudo aquilo que a gente já imagina, mas um projeto como esse nos dá fôlego. A gente começa a ter feedbacks e também vai crescendo essa chama”, relata o curador. Para ficar por dentro da programação do Agulha.R, acompanhe as redes sociais do Agulha.

 

Confira a line-up de setembro:

09/09 - 12h - Lançamento Entrevista EP01 Zudizilla (Já disponível no YouTube e podcast)

23/09 - 12h - Lançamento Session EP01 Zudizilla (YouTube)

16/09 - 19h -  Entrevista Interativa com Ana Frango Elétrico (Disponível no Sympla

30/09 - 12h - Lançamento Entrevista + Session EP02 com Ana Frango Elétrico (YouTube e podcast)

 

Compartilhe
GALERIA DE FOTOS