27 de maio de 2020

PARA VER: 20 filmes com temática lésbica e bissexual

Confira essa seleção especial que a Clandestina fez para terminar maio bem colorido

Cinema

Texto: Sarah Lima

No mês de maio, especialmente no dia 17, o mundo todo celebra o Dia Internacional de Luta contra a LGBTfobia. A data é referência simbólica da luta pelos direitos LGBT, uma vez que, coincide com o dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) deixou de considerar a homossexualidade como doença, no ano de 1990. Em pleno século 21, o Brasil é o país que mais mata LGBTs no continente americano.

A pauta LGBTQI+ grita e precisa ser ouvida. O amor precisa ser descriminado aos olhos desta sociedade, infelizmente, ainda tão machista e preconceituosa. Os números assustam, mas a resistência segue.

Apelando para cultura e indo de encontro à violência LGBTfóbica, A Revista Clandestina produziu uma lista com 20 filmes e curtas com temática LÉSBICA E BISSEXUAL para assistir e colorir sua casa durante essa quarentena.

Separamos 20 títulos para te ajudar a decidir por onde começar! Confira abaixo:

• The handmaiden (2016) - Direção: Park Chan-wook - Romance/Drama ‧ 2h 48m

O filme se passa na Coreia do Sul, anos 1930. Durante a ocupação japonesa, a jovem Sookee é contratada para trabalhar para uma herdeira nipônica, Hideko, que leva uma vida isolada ao lado do tio autoritário. A criada Sookee guarda um segredo, junto de um vigarista, ela planeja desposar a herdeira, roubar sua fortuna e trancafiá-la em um sanatório. Tudo corre bem com o plano, até que Sookee aos poucos começa a compreender as motivações de Hideko.

• Kyss Mig (2011) - Direção: Alexandra-Therese Keining - Romance/Drama ‧ 1h 47m

Este  é um filme de drama sueco de 2011 e foi dirigido por Alexandra-Therese Keining. O filme ganhou o "Breakthrough Award" no AFI Festival. O longa foi apresentado na revista Autostraddle como um dos "8 belos filmes lésbicos que você ainda não viu".

• A perfect ending (2012) – Direção: Nicole Conn - LGBT/Drama ‧ 1h 54m
O que começa como uma comédia de horrores, acaba numa rara jornada erótica. Rebecca tem um segredo muito incomum, daqueles que nem mesmo os melhores amigos conhecem. A última pessoa na Terra que ela esperava revelá-lo era a uma escolta de alto preço, Paris.

• Disobedience (2017) – Direção: Sebastián Lelio - Romance/Drama ‧ 1h 54m

Ronit precisa voltar para sua cidade natal após a morte de seu pai, um rabino. Uma vez de volta, ela recorda a paixão proibida pela melhor amiga de infância, atualmente casada com seu primo, e as duas exploram os limites da fé e sexualidade.

• Colette (2018) - Direção: Wash Westmoreland - Drama/História ‧ 1h 52m

Sidonie-Gabrielle Colette é casada com Willy, e ele a apresenta à boemia de Pariso início do século 20. Ele pede que ela escreva romances baseados em sua experiência para serem publicados em seu nome. Mas ela decide reivindicar a autoria.

• The World Unseen (2007) - Direção: Shamim Sarif - Drama/Romance ‧ 1h 50m

The World Unseen é um filme de 2008 realizado por Shamim Sarif, sobre o amor entre duas mulheres numa sociedade racista, sexista, machista e homofóbica, na África do Sul dos anos 50. As duas atrizes de The World Unseen juntam-se novamente a Shamim Sarif em I Can't Think Straight.

• I Can't Think Straight (2008) - Direção: Shamim Sarif - Romance/Drama ‧ 1h 25m

I Can't Think Straight é um filme de temática lésbica realizado por Shamim Sarif, que relata a descoberta do amor entre duas jovens de descendência palestiniana e indiana, residentes em Londres, protagonizadas por Lisa Ray e Sheetal Sheth.

• Camp Belvidere (2014) - Direção: Astrid Ovalles, Oriana Oppice - Drama/Curta-metragem ‧ 38 min

O curta metragem Camp Belvidere conta a história da líder de um acampamento, Rose, e como sua amizade com Gin, a enfermeira do acampamento, evolui para um caso de amor apaixonado.

• Elisa & Marcela (2019) - Direção: Isabel Coixet - Romance/LGBT ‧ 1h 58m

Eliza y Marcela é filme de drama romântico biográfico espanhol, dirigido por Isabel Coixet. Estrelado por Natalia de Molina e Greta Fernández, o filme conta a história de Elisa Sánchez Loriga e Marcela Gracia Ibeas, duas mulheres que passaram como casal heterossexual para se casar em 1901, na Igreja de São Jorge, na Corunha. Elas foram o primeiro matrimonio entre pessoas do mesmo sexo registrado na Espanha.

First Girl I Loved (2016) -  Direção: Kerem Sanga - Romance/Drama ‧ 1h 31m

Este filme estreou no Festival de Cinema de Sundance, de 2016, e ganhou o prêmio do público por "Best of NEXT". A história segue duas adolescentes, a editora do anuário Anne, e a estrela do softball Sasha, que está confusa com sua sexualidade na escola de Los Angeles.

• Lírios d'água (2007) - Direção: Céline Sciamma - Drama/Romance ‧ 1h 25m

O fIlme se passa no subúrbio de Paris, durante o verão. Marie (Paulien Acquart), Anne (Louisse Blachère) e Floriane (Adele Haenel), de 15 anos, são amigas e praticam nado sincronizado. Enquanto convivem pelos corredores e vestiários da academia, começam a ter os primeiros sentimentos de desejo, amor e violência.

• Um Quarto em Roma (2010) - Direção: Julio Medem - Romance/Drama ‧ 1h 49m

Certa noite, duas mulheres desconhecidas têm um encontro sensual em um quarto em Roma. Com o passar das horas, o que começou como pura atração física começa a transcender e tocar suas almas.

• Saving face (2004) - Direção: Alice Wu - Romance/Drama ‧ 1h 37m

O filme segue as vidas de duas jovens numa comunidade chinesa dos Estados Unidos. Wil, uma médica bem sucedida e Vivian, uma bailarina, filha de um médico. Vivian e Wil vêem-se pela primeira vez numa festa da comunidade chinesa, e a partir disso, as duas começam a estreitar relações.

• Thelma (2017) - Direção: Joachim Trier - Terror/Drama ‧ 1h 56m

Thelma é uma jovem tímida que deixa a casa dos pais, super-protetores e muito religiosos, para estudar na capital. A ansiedade, e um novo amor, trazem à tona seu lado libidinoso.

• Imagine Eu e Você (2005) - Direção: Ol Parker - Romance/Comédia ‧ 1h 34m

No dia do seu casamento, Rachel conhece a florista Luce e sente uma forte atração por ela. Ao se reencontrarem, a amizade entre as duas cresce tanto quanto as dúvidas de Rachel em relação ao marido. Ao saber que Luce é gay, sua vida vira do avesso.

• A bela estação (2015) - Direção: Catherine Corsini - Romance/Drama ‧ 1h 45m

Em 1971, época da efervescência do movimento feminista na França, a jovem Delphine deixa a vida provinciana para morar em Paris, onde conhece Carole, uma mulher casada e feminista, por quem se apaixona. Os conflitos começam quando Delphine é obrigada a voltar ao campo para conduzir os afazeres da fazenda. Carole não tem outra opção a não ser acompanhá-la, já que o namoro das duas ultrapassou as proporções de uma aventura.

• Tomates Verdes Fritos (1991) - Direção: Jon Avnet - Drama/Comédia ‧ 2h 17m

Evelyn Couch (Kathy Bates) visita com o marido um parente no asilo de idosos. Uma vez lá, ela encontra Ninny Threadgoode (Jessica Tandy), uma mulher idosa, que a ilumina e traz uma nova perspectiva através de contos do seu passado. Evelyn ganha a confiança necessária para mudar sua própria vida para melhor.

• A Favorita (2018) - Direção: Yorgos Lanthimos - Comédia/Drama ‧ 2h 1m

Na Inglaterra do século 18, Sarah Churchill, a Duquesa de Marlborough, exerce sua influência na corte como confidente, conselheira e amante secreta da Rainha Ana. Seu posto privilegiado, no entanto, é ameaçado pela chegada de Abigail, nova criada que logo se torna a queridinha da majestade.

• Loving Annabelle (2006) - Direção: Katherine Brooks - Romance/Drama ‧ 1h 16m

Após ser expulsa em outras duas escolas, Annbelle (Erin Kelly) é a novata em um colégio católico exclusivo para garotas. A jovem recém-chegada começa a desenvolver interesse em Simone Bradley (Diane Gaidry), uma de suas professoras. Annabelle passa a perseguir Simone até que ela faça sua escolha, lidando com o que é certo e com a paixão.

• Rafiki (2018 )- Direção: Wanuri Kahiu - Romance/Drama ‧ 1h 23m

As jovens quenianas Kena e Ziki são grandes amigas e, embora suas famílias sejam rivais políticas, as duas continuaram juntas ao longo dos anos, apoiando uma a outra na batalha pela conquista de seus sonhos. A relação de amizade transforma-se em um romance que passa a afetar a rotina da comunidade conservadora em que vivem. Elas então precisam escolher entre viver este amor intensamente, desafiando as leis do Quênia, ou se distanciar para ter uma vida segura.

Pária (2011) - Direção: Dee Rees - Drama/Independente ‧ 1h 26m

O filme conta o drama da adolescente Alike. Enquanto amadurece, ela tem que decidir se deve expressar sua sexualidade abertamente ou viver de acordo com os planos que seus pais têm para ela.

Compartilhe
GALERIA DE FOTOS