11 de setembro de 2019

12 a 15 de setembro: Confira alguns dos melhores rolês em Porto Alegre

Marina Azevedo indica opções gratuitas e acessíveis pra quem quer se divertir pela cidade

Eventos de Rua

Quinta efervescente na cidade! Porque é quase primavera, te amo. 

Por falar em Tim Maia, dentre as mil programações de quinta (12), tem Calote cantando Tim Maia Racional no Oci! Antecipado a 20 pilas, valendo!

Também tem a quinta mais aguardada do mês, com o totalmente maravilhoso Bar do IAB. Rolê gratuito, cheio de arte, bons drinks do Beto Galetto e comidinhas. A banda desse mês é a fanfarra mais amada da cidade: Bate e Sopra. Imperdível!

Também tem Sarau Nosotras, na Nuwa, por 15 pilas. Vaca profana: teu corpo, tuas regras? Mesmo? É assim, interrogando o corpo político, o corpo-sujeito, em suas mais diferentes implicações e aparições, que as gurias abrem essa roda pra discussão. 

Também é bom lembrar que tá rolando o Poa em Cena, com várias peças de fora e maravilhas daqui, como o Arena Selvagem, do Grupo Cerco, e o Das Amarras Dela, do Circo Híbrido. 

Sexta 13, soltasbruxa! Tem a poesia e a potência do querido Pedro Cassel e a deusa Clarissa Ferreira, que apresenta parte de uma ótica sobre a cultura sulista a partir de um prisma da contemporaneidade e de sua corporeidade geograficamente situada. É lindo de viver! No Agulha! 

Também tem a pistinha fervente da Neue. Eletrônico da melhor qualidade, feito por quem entende muito do assunto. 
Pra quem é mais team brasil suado, tem Axé Rollon no Bate. Aquele rolê baratinho, cujo suor lava corpo e alma. 

Sábado tem Livia Nery no Agulha, pelo Concha, projeto mais lindo da Alice Castiel. Vale a ida, vale escutar Beco do Sossego e Macaca, pra já entrar no clima dessa estranha melodia. 

Também tem aquele tambor potente, que bate no coração, que aflora brasilidade e ancestralidade. Ou melhor, aqueles tambores: Turu e Truvão. Todo Brasil à flor da pele.
Tem a magia da Pônei Xamânico a dez pilas no Comitê Latino Americano!

E dia 19, quinta feira, tem o poder de Juçara Marçal e Kiko Dinucci, apresentando o Padê no Agulha.

 

-----

Marina Vaz Azevedo é curadora de Festas e Eventos de Rua na Clandestina. Jornalista com vocação para relações públicas, conhece cada cantinho da cidade e metade das pessoas que nela habitam. Adoradora de música, poesia e purpurina, está sempre presente em eventos que movimentam e ocupam as ruas: de blocos de carnaval a festivais de fanfarra. 

Compartilhe
GALERIA DE FOTOS